Jesus Pagou a Nossa Dívida com Deus!



“Não há distinção, pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus, sendo justificados gratuitamente por sua graça, por meio da redenção que há em Cristo Jesus." Romanos 3.23,24 “Não há distinção”. Esta expressão refere-se ao fato de que todos os homens são igualmente culpados diante de Deus. Os judeus poderiam alegar alguma vantagem pelo fato de terem recebido a Lei de Deus por meio de Moisés, os europeus por possuírem uma grande herança religiosa e as pessoas “boas” por realizarem trabalhos beneficentes. Todavia, nenhuma destas circunstâncias, ou outras quaisquer fariam a menor diferença a alguém perante o Deus santo e justo. A condição de todas as pessoas sem Cristo é: “todos pecaram,” e por consequência “estão destituídos da glória de Deus”. A Bíblia descreve a glória de Deus como sendo a presença magnífica do Senhor, a qual na eternidade será compartilhada e experimentada pelo seu povo (e.g. Isaías 35.2; Romanos 8.18; Filipenses 3.21; 2 Tessalonicenses 2.14). Esta participação na glória de Deus envolve a nossa conformidade à imagem de Cristo (Romanos 8.29,30), uma vez que a imagem de Deus em nós foi corrompida pela queda. De maneira que a glória futura pode ser considerada como a restauração da glória original que foi perdida. O que os versos acima estão indicando é que todos nós falhamos no propósito para o qual fomos criados. A boa notícia fica por conta da frase “sendo justificados”. Trata-se de uma linguagem do sistema legal. Ser justificado por Deus significa ser declarado justo, absolvido por Ele de todas as acusações que poderiam ser trazidas contra uma pessoa devido aos seus erros ou pecados. Esta decisão judicial é concedida no momento em que a pessoa exerce fé em Cristo. Melhor ainda, nós somos justificados “gratuitamente por sua graça”. Graça, descreve a maneira como Deus age por meio de Cristo Jesus, isto é, baseado exclusivamente em sua vontade. A justificação que Ele concede é totalmente imerecida por quem a recebe. Não há nada que alguém possa fazer para merecê-la. Cristo Jesus pagou o preço de nossa redenção por meio de seu sangue derramado na cruz e isso se aplica a todos os que nele creem como seu único e suficiente Salvador. ____________________________________ João Crisóstemo



“Não há distinção, pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus, sendo justificados gratuitamente por sua graça, por meio da redenção que há em Cristo Jesus." Romanos 3.23,24 “Não há distinção”. Esta expressão refere-se ao fato de que todos os homens são igualmente culpados diante de Deus. Os judeus poderiam alegar alguma vantagem pelo fato de terem recebido a Lei de Deus por meio de Moisés, os europeus por possuírem uma grande herança religiosa e as pessoas “boas” por realizarem trabalhos beneficentes. Todavia, nenhuma destas circunstâncias, ou outras quaisquer fariam a menor diferença a alguém perante o Deus santo e justo. A condição de todas as pessoas sem Cristo é: “todos pecaram,” e por consequência “estão destituídos da glória de Deus”. A Bíblia descreve a glória de Deus como sendo a presença magnífica do Senhor, a qual na eternidade será compartilhada e experimentada pelo seu povo (e.g. Isaías 35.2; Romanos 8.18; Filipenses 3.21; 2 Tessalonicenses 2.14). Esta participação na glória de Deus envolve a nossa conformidade à imagem de Cristo (Romanos 8.29,30), uma vez que a imagem de Deus em nós foi corrompida pela queda. De maneira que a glória futura pode ser considerada como a restauração da glória original que foi perdida. O que os versos acima estão indicando é que todos nós falhamos no propósito para o qual fomos criados. A boa notícia fica por conta da frase “sendo justificados”. Trata-se de uma linguagem do sistema legal. Ser justificado por Deus significa ser declarado justo, absolvido por Ele de todas as acusações que poderiam ser trazidas contra uma pessoa devido aos seus erros ou pecados. Esta decisão judicial é concedida no momento em que a pessoa exerce fé em Cristo. Melhor ainda, nós somos justificados “gratuitamente por sua graça”. Graça, descreve a maneira como Deus age por meio de Cristo Jesus, isto é, baseado exclusivamente em sua vontade. A justificação que Ele concede é totalmente imerecida por quem a recebe. Não há nada que alguém possa fazer para merecê-la. Cristo Jesus pagou o preço de nossa redenção por meio de seu sangue derramado na cruz e isso se aplica a todos os que nele creem como seu único e suficiente Salvador. ____________________________________ João Crisóstemo